viagem

8 tendências de viagem para 2019

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×

O ano novo começa cheio de expectativas para grande parte dos hoteleiros. Mas junto com as expectativas é importante abrir o olho para as tendências que rondam o setor e trabalhar duro em ações para acompanhar o ritmo do mercado.

Entre os fatores que fazem esta indústria girar, é preciso se antenar no principal deles: os hóspedes. Entender o perfil, os serviços que agradam e o que esperam de suas viagens, são apenas alguns pontos cruciais que auxiliam o hoteleiro em suas ações.

E para ajudá-los a entender o que vem pela frente, e como se preparar para encarar os hóspedes da atualidade, o artigo de hoje revela uma pesquisa de mercado realizada por um dos maiores canais de vendas do Brasil.

A Booking.com analisou mais de 163 milhões de avaliações de hóspedes verificadas e pesquisas com 21.500 viajantes em 29 países, buscando entender o que os viajantes esperam neste novo ano, e descobriu 8 grandes tendências de viagens para 2019. Ficou curioso? Então vem que a gente te conta tudo aqui e agora, confira!

1. Lições para a vida

Viajar em busca de lições de vida e realização pessoal. Este será um dos grandes objetivos que guiará os viajantes a destinos com propósitos maiores no ano de 2019.

“Ao observar os tipos mais populares de viagens com um propósito, 84% dos viajantes brasileiros consideram participar de intercâmbios culturais para aprender algo novo, seguido por viagens envolvendo trabalho voluntário (72%) e vagas para trabalhos no exterior (72%).”

Nesta onda, a dica para os hoteleiros é apostar na divulgação de opções culturais que cercam a região, como oficinas, passeios ou projetos da comunidade. Uma boa opção é investir em parcerias locais.

2. Quanto mais prático, melhor

Depois de tanto ouvir falar em inovações tecnológicas, como inteligência artificial e realidade virtual, em 2019 os viajantes esperam encontrar essas tecnologias integradas a serviços prestados de forma simples e prática.

“As inovações que vão nos deixar realmente animados não serão as mais futuristas ou exóticas. Cerca de três em quatro viajantes brasileiros ficarão mais entusiasmados com rastreamento de bagagem em tempo real por meio de um aplicativo no celular (79%) e com um único aplicativo que possa armazenar todas as necessidades de viagem, reservas e planejamentos (76%) do que com a possibilidade de usar um veículo autônomo em seu destino (61%).”

Sendo assim, ganha ponto neste quesito os meios de hospedagens que conseguirem inserir soluções tecnológicas nos serviços prestados, simplificando e trazendo ainda mais praticidade para a experiência dos hóspedes.

A pesquisa também relatou que “Quase metade (48%) dos viajantes brasileiros curtem a ideia de ter um “agente de viagem virtual” em casa, usando assistentes de voz para responder suas dúvidas de viagem.” Assim, é interessante pensar em tecnologias que abrangem este momento da pré-viagem, como os chatbots com atendimento rápido a qualquer hora do dia.

Leia também: Tecnologia na hotelaria: você está atrasado?

3. O espaço é o limite

O que parecia loucura, está mais perto do que imaginamos. Segundo a NASA as viagens espaciais estão prestes a se tornar realidade, abrindo as portas para o turismo espacial.

“Aproximadamente dois entre cinco viajantes brasileiros (41%) confirmaram que ficam animados com a possibilidade de fazer viagens espaciais no futuro, e 46% estão abertos a essa experiência, fazendo com que o Brasil seja um dos 10 países mais dispostos a desfrutar desta oportunidade.”

Mas até que as viagens pro espaço se tornem realidade, os viajantes se contentam com territórios novos aqui na terra mesmo.

“Metade dos viajantes brasileiros (50%) confirmou que têm muito interesse em se hospedar abaixo da terra firme, em acomodações no fundo do mar. 2019 provavelmente verá novos tipos de casas de temporada aparentemente impossíveis, além de hotéis que vão além da nossa imaginação surgindo diante dos nossos olhos.”

Isso indica que os viajantes ficam animados com a ideia de se hospedar em meios fora do comum. Que tal apostar naquela reforma, trazendo ambientes novos para seu meio de hospedagem?

4. Pouco trabalho e muita satisfação

Apesar de estarmos na era da informação, estamos diante de uma geração que gosta cada vez menos de consumir conteúdo robusto. Por isso em 2019 os viajantes irão em busca de praticidade no consumo de informações.

“Dois em cinco viajantes brasileiros (40%) gostariam que alguém ou algo fizesse a parte mais trabalhosa de pesquisa e planejamento da viagem para eles, para que, assim, eles possam simplesmente receber recomendações de viagens e tomar suas decisões. Além disso, mais da metade (59%) quer que empresas voltadas ao turismo usem tecnologias como IA para receber sugestões de viagem com base em experiências de viagem anteriores. Na verdade, quase três em quatro viajantes brasileiros (71%) adorariam ter inovações tecnológicas de viagem, como um guia digital, que ofereceria uma experiência realmente personalizada.”

Olha a tecnologia em jogo novamente. Aposte em ferramentas tecnológicas para entregar conteúdo curto, relevante e personalizado para seu público alvo, instigando assim uma leitura imediata, e possível decisão de compra.

5. Viagem consciente

A pesquisa também revelou que em 2019, os viajantes terão uma postura ainda mais consciente na escolha de seus destinos, colocando na balança questões sociais, políticas e ambientais.

“Atualmente, três quintos (62%) dos viajantes brasileiros sentem que as questões sociais nos possíveis destinos de viagem são verdadeiramente importantes ao escolher o destino, e 66% preferem não visitar o destino caso percebam que isso vai impactar negativamente as pessoas que vivem lá.”

Sendo assim, é hora de posicionar seu meio de hospedagem frente a questões sociais, apoiando uma causa ou ONG, seja da sua região ou não. Ser uma empresa engajada com projetos que fazem a diferença na vida de outras pessoas, pode ser um diferencial decisivo neste ano de 2019.

6. Plástico nada sustentável

Não é de hoje que alertamos nossos hoteleiros a se preocupar com a sustentabilidade de seus estabelecimentos, e em 2019 precisamos bater nesta tecla novamente. Os viajantes das gerações Z e Millennials, afirmam que irão optar por destinos e acomodações engajados com experiências ainda mais sustentáveis.

“Quase a totalidade dos viajantes brasileiros (97%) diz que estaria disposta a passar algum tempo praticando atividades que possam compensar o impacto ambiental de sua estadia, e quase metade (46%) se dispõem a recolher plástico e lixo de uma praia ou de outro ponto turístico.”

Precisa dizer mais alguma coisa? Mais do que nunca é preciso repensar as ações do seu estabelecimento e colocar em prática as atividades sustentáveis que tornarão seu meio de hospedagem uma empresa consciente.

Leia também: Dicas de sustentabilidade para hotéis

7. O que vale é a experiência

Não é de hoje que sabemos que o que mais conta na satisfação dos hóspedes é ter uma experiência positiva na hospedagem como um todo. Neste ano o valor da experiência ganha ainda mais força entre os viajantes.

“A viagem tendo como foco a experiência foi uma das principais tendências de viagem em 2018, mas 2019 vai se superar. “Fazer” terá o mesmo (senão mais) peso do que “Ir” em se tratando de reflexões de viagem e, para mais de dois terços dos viajantes brasileiros (67%) as experiências são mais valorizadas do que os bens materiais.”

Muito mais do que uma experiência positiva, as pessoas irão buscar experiências autênticas. Portanto é tempo de inovar, sair fora da zona de conforto, colocar a criatividade pra jogo e oferecer serviços de hospedagens diferentes e únicos, “destacando a criação de momentos que trazem aquela sensação de alegria e bem-estar por muito tempo após a viagem.”

Outro fato interessante é que “em 2019, seis em dez viajantes brasileiros (62%) planejam visitar um destino que os faça voltar à infância.” Portanto fica a dica ;).

8. Menos é mais

Muito já ouvimos falar em diversos contextos, a famosa frase de que “menos é mais”. Dessa vez, esta teoria invade o setor do turismo, mostrando que os viajantes darão preferência a viagens simplificadas.

“Mais de dois terços dos viajantes brasileiros (67%) diz que planeja viajar mais nos finais de semana em 2019. A previsão é que seja um ano em que as viagens serão mais sob medida, simples, com roteiros mais organizados e adaptados a períodos mais curtos. Menos é definitivamente mais, pois os viajantes têm à disposição mais experiências personalizadas.”

A dica é aproveitar esta informação para criar pacotes de hospedagens para finais de semana, que apesar de um período curto, poderá ser uma viagem completa, recheada de experiências positivas para levar na bagagem.

Agora que você já sabe quais são as tendências de viagem para este ano de 2019, e tem respaldo sobre o que está por vir, é hora de colocar a mão na massa e planejar as ações estratégicas que vão colocar seu meio de hospedagem frente a sua concorrência!

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×
Share:
Mais em Tendências na Hotelaria
Tecnologia em Hotelaria: você está atrasado?

É fato que a tecnologia entrou em nossas vidas para não sair mais, e a cada dia que...

Fechar