data-driven

Por que a próxima estratégia da sua hospedagem deve ser o data driven?

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×

Toda empresa que deseja alcançar bons resultados precisa tomar decisões a partir da análise de dados. Um hotel que tem como objetivo aumentar sua receita e se relacionar com seus hóspedes, por exemplo, precisa lidar diariamente com informações de check-in, reservas, preço e estoque para gerar novos insights. Neste contexto aparece a estratégia de data driven, uma prática super eficiente e que possibilita tomar decisões mais objetivas.

Conheça essa estratégia abaixo e como a gestão do seu hotel pode ser beneficiada.

Data driven: o que é 

Utilizar a estratégia de data driven significa que o hotel toma decisões baseada em análises de dados geradas pelo próprio negócio ou pelo mercado, trazendo mais assertividade para as ações. Com isso, é possível oferecer produtos e serviços mais personalizados ao público.

Quando aplicado ao marketing hoteleiro, por exemplo, o data driven tem como foco as informações coletadas sobre o cliente

A partir da análises de dados, surgem as ideias para suprir as demandas que os hóspedes desejam, aumentando o engajamento com essas pessoas – através de conteúdos, campanhas e ações personalizadas – e consequentemente, gerando mais vendas.

O objetivo dessa estratégia é tomar decisões embasadas, deixando de lado a intuição ou suposições e achismos. 

Falando em marketing hoteleiro, aproveite para conferir:

Data driven na hotelaria

Além do marketing, como citamos acima, o hotel pode se beneficiar em diversos outros aspectos ao adotar a estratégia do data driven, por exemplo:

Na fidelização dos hóspedes: sabemos que nenhum cliente é igual ao outro, e por isso, cada um possui uma expectativa com relação aquilo que está adquirindo. Em uma estadia não é diferente. 

Atender seus desejos e mantê-lo satisfeito é um dos segredos para fazer com que este hóspede sempre retorne ao seu estabelecimento.

Utilizar essa estratégia faz com que você saiba exatamente o perfil de quem recebe, facilitando a criação de campanhas segmentadas de acordo com as suas preferências.

Na precificação: juntamente com o Revenue Management, o data driven pode integrar diversas análises comportamentais, monetárias e até relacionadas à concorrência, para chegar em soluções inteligentes sobre como e em que momento deve-se otimizar suas tarifas. A proposta dessa conexão entre os dados é aumentar a ocupação e claro, o faturamento do hotel.

Para aprender mais sobre RM, dê o play!

Benefícios de investir em data driven

Desta forma, investir em uma gestão data driven proporciona diversas vantagens ao hotel, entre elas:

Modernização

As máquinas fazem o seu trabalho e da equipe. Graças a autonomia dos sistemas para analisar um grande volume de dados, além de minimizar as chances de erros, traz agilidade para a operação;

Precisão numérica, sem subjetividade

Com isso, as decisões passam a ser tomadas a partir da análise de fatos confiáveis, trazendo mais transparência para a gestão do negócio;

Estratégias assertivas

Com as informações coletadas, o hotel sabe exatamente qual é o comportamento do seu público, podendo oferecer serviços de acordo com essa demanda e calcular, posteriormente, o retorno dessas ações.

Saiba mais: 5 sinais de que um programa para gerenciar pousada é necessário

Como iniciar a estratégia de data driven

A primeira coisa a ser feita é começar a coleta de dados. Lembre-se que você precisa conhecer o seu público, por isso, coletar sua idade, cidade, gênero, interesses, preferências, e outras informações que revelem o seu perfil é fundamental. 

Depois, é preciso conhecer algumas ferramentas tecnológicas que fazem a coleta e a análise dessas informações, ou aderir a um ERP (Enterprise Resource Planning) que irá centralizar os dados do seu hotel.

É importante que a pessoa designada a essa função tenha conhecimentos básicos em estatística e tenha atenção aos dados coletados.

Além disso, vale destacar que a gestão data driven precisa fazer parte da cultura do hotel. Muitas pessoas acreditam que apenas os anos de experiência no mercado contam, mas ao adotar essa estratégia, são os dados que valem. Ter consciência que abrir mão de algumas opiniões pode ser um grande desafio em algumas empresas.

Sendo assim, todo e qualquer hotel – independente do porte – que queira tomar decisões baseadas em fatos pode aplicar o data driven como estratégia do negócio. Além de trazer mais assertividade para a gestão, reduz-se a chance de erro humano. 

Agora conta pra gente: você já utiliza essa estratégia no seu estabelecimento? Qual é a sua experiência com este assunto? Compartilhe através dos comentários!

Você também pode se interessar porCadastro de hóspedes: o pote de ouro do marketing hoteleiro

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×
Share: