governanta de hotel

Governanta de Hotel: funções e qualidades

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×

Com o crescimento do setor hoteleiro, as exigências dos hóspedes pela qualidade dos serviços também têm aumentado.

Neste cenário, a boa imagem do estabelecimento depende da capacitação, da qualificação e da atuação dos profissionais, principalmente da governanta de hotel, responsável por deixar os espaços confortáveis, limpos e bonitos para receber a todos.

Presente em todos os hotéis, pousadas e meios de hospedagens, essa atividade é extremamente estratégica para a empresa. E para desempenhar essa função onde tudo deve estar em perfeita harmonia, a governanta exerce papel um imprescindível.

Estar à frente desse cargo é um grande desafio, uma vez que o profissional precisa oferecer um atendimento diferenciado, em que cada necessidade do hóspede é percebida e atendida antes mesmo de ser solicitada.

Se você precisa contratar alguém para exercer essa função no seu estabelecimento, ou então aprender mais sobre este setor, não deixe de ler até o final, pois neste texto vamos desvendar o universo da governanta de hotel.

Além de falar sobre as tarefas e funções a serem desempenhadas, vamos te mostrar as qualidades e habilidades dessa profissional, entre outras dicas sobre que, o cargo exige para ser realizado com excelência.

Confira!

Principais funções de uma governanta de hotel

Engana-se quem acredita que a área de governança de hotel está concentrada somente em limpeza e arrumação. Ela modernizou-se nos últimos tempos, tornando-se um setor com muito mais gestão operacional e liderança. Por isso, o profissional precisa se adequar à realidade do negócio, estando pronto para desempenhar as seguintes funções:

  • Coordenar as atividades de arrumação diária dos apartamentos, e os responsáveis por cada função como camareiros, zeladores e atendentes;
  • Planejar as atividades de faxina, a fim de manter as áreas de circulação e sociais sempre em bom estado de higiene, conservação e limpeza;
  • Fornecer uniformes para todos os funcionários do hotel;
  • Responsável pela rouparia, enxoval, lavanderia e das atividades do setor de costura;
  • Providenciar serviços de manutenção, reparos e consertos em equipamentos, móveis e utensílios.

Embora ainda seja uma profissão predominantemente executada por mulheres, o cargo também é exercido com competência por profissionais do sexo masculino.

A Governanta também é responsável por tarefas que fazem parte da rotina administrativa do estabelecimento, como:

  • Organizar compras de insumos, desde equipamentos de limpeza até os materiais para os apartamentos;
  • Cuidar da escala de folga dos funcionários;
  • Realizar a inspeção do trabalho realizado;
  • Cuidar do treinamento da equipe;
  • Fazer o controle de chaves ou cartões magnéticos;
  • Controlar a seção de achados e perdidos;
  • Manter um inventário;
  • Controlar o estoque, orçamentos e os custos;
  • Preencher relatórios.

Além disso, a maioria dos hotéis determinam que o profissional trabalhe em turnos – manhãs, noites e madrugadas. Sendo assim, antes de mais nada, para se tornar uma governanta, é importante estar confortável trabalhando em diferentes turnos durante o mês.

Principais habilidades de uma governanta de hotel

Além de conhecimentos específicos que sua área exige, é essencial que uma governanta de hotel possua algumas habilidades para ter um bom desempenho em seu trabalho. A seguir, listamos as principais:

  • Pró-atividade
  • Dedicação
  • Organização
  • Responsabilidade
  • Espírito de liderança
  • Cordialidade
  • Pontualidade
  • Saber se comunicar com clareza
  • Ter senso crítico apurado

Principais atividades de uma governanta de hotel para com sua equipe

Dentro do setor em que trabalha, antes de mais nada a governanta de hotel desempenha o papel de líder. Sendo assim, deve ser uma boa instrutora para seus colaboradores, a fim de desenvolver o espírito de responsabilidade de cada um, conscientizando-os sobre os objetivos a serem atingidos.

Para isso, é importante que conheça seus funcionários e saiba aproveitar suas potencialidades individuais. É essencial valorizá-los, dando suporte e treinando-os para executarem suas funções com a máxima eficiência, incentivando a busca pela qualidade.

Uma governanta deve estar sempre atenta para impedir a rivalidade entre seu time, e acima de tudo, ser imparcial e tratar a todos da mesma forma, sem demonstrar preferências.

Governanta: uma profissão insubstituível

Várias são as funções ou atividades substituídas por sistemas ou máquinas, dentro de um hotel. Atualmente é possível realizar check-in e check-out online, pedir um prato e realizar pagamento com apenas alguns cliques. Mas, as atividades de uma governanta não podem ser executadas por máquinas, pois, são tarefas e responsabilidades humanizadas que estreitam a relação do hóspede com o meio de hospedagem.

Além disso, o resultado de uma boa área de governança é uma ótima hospedagem, principal produto de um hotel ou pousada.

Nota para o gestor: o trabalho de uma governanta de hotel pode ser muito mais produtivo com o auxílio de um sistema de gestão hoteleira. Com ele é possível visualizar a situação dos apartamentos – sendo informado sobre a entrada e a saída dos hóspedes, e ter o controle de produtos e serviços – analisando o que ainda há em estoque. Facilitando assim, o gerenciamento e organização das acomodações no dia a dia. Clique aqui, conheça o Software para Hotel Hospedin e otimize as atividades exercidas por essa profissional.

Salário e formação acadêmica de uma governanta

De acordo com o Guia de Profissões e Salários Catho, a média salarial de uma governanta no Brasil é de R$ 2.586,11. Esse valor pode variar para mais, ou para menos, dependendo da região do país em que se encontra.

Pouca atenção era voltada a formação dos profissionais dessa área, sendo que, muitas vezes, eram contratadas pessoas com baixa escolaridade e sem experiência profissional.

Felizmente, essa realidade vem mudando, e várias instituições de ensino já oferecem cursos técnicos, de curta duração e de alta qualidade na área. Entre elas a Associação Brasileira de Governantas e Profissionais da Hotelaria.

Os profissionais de governança precisam ter conhecimentos técnicos como, por exemplo, uso de produtos químicos, prevenção de acidentes de trabalho, atendimento, além daqueles voltados às suas tarefas diárias.

Além disso, o mercado tem exigido cada vez mais profissionais capacitados e que tenham em sua essência o princípio da hospitalidade. Grandes redes podem solicitar um diploma de bacharel em gerenciamento de hotel, além da experiência em governança pode ser um diferencial.

Esses pré requisitos podem ajudar a poupar tempo com relação a treinamentos, mas em contrapartida, os profissionais experientes exigirão salários mais altos.

Leia também: Com está a governança do seu hotel?

Importante: independente do tamanho do estabelecimento, todo hóspede busca conforto, bem-estar e segurança. E o objetivo da empresa hoteleira é suprir essas necessidades e as expectativas de seus clientes. Por isso, contar com uma governanta é essencial para colher bons resultados. Já que ela é responsável por comunicar-se com todos os outros departamentos, fazendo com que o hotel funcione de forma integrada para oferecer às pessoas a melhor experiência em sua estadia.

Gostou? Quer saber mais sobre alguma profissão da hotelaria? Escreve pra gente!

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×
Share: