estoque hoteleiro

Como a Curva ABC ajuda na gestão de estoque hoteleiro

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×

Uma boa gestão garante bons resultados. E isso vale para todo tipo de empresa, inclusive para meios de hospedagem, como os hotéis e pousadas. Entretanto, para se obter uma boa gestão, é necessário adotar uma série de processos em todas as áreas do seu estabelecimento. Sendo assim, hoje vamos falar do estoque hoteleiro

E afinal, qual proprietário nunca sonhou em ter um movimento constante de hóspedes, receitas superando as despesas, e processos automatizados que facilitam as tarefas do dia-a-dia? Sonhar não custa nada, mas realizar esse sonho, já não é tão fácil como parece. Porém com as ferramentas corretas e algumas estratégias, você poderá obter ótimos resultados. E com muito menos esforço.

E é por isso que preparamos esse artigo, para lhe ajudar em mais um setor da sua administração hoteleira: a gestão do estoque do seu hotel.

Gerenciar o estoque da sua propriedade irá evitar excessos e falta de produtos. Manter produtos que têm pouca demanda significa despesas desnecessárias para o hotel. Por outro lado, ficar sem produtos essenciais para o seu público, também significa que o seu hotel terá perdas financeiras que poderiam ser evitadas.

Atualmente, existem diversos métodos e ferramentas para praticar esse controle de estoque e ajudar sua empresa a crescer. Um deles é a Curva ABC.

Curva ABC – você conhece?

Também chamada de Regra 80-20, ou Análise de Pareto, a curva ABC é um método gerencial que classifica informações, destacando os elementos de maior importância. Foi observado que esses itens de maior impacto, normalmente, correspondem à menor quantidade, possibilitando estimar que 80% da receita de um estoque, por exemplo, corresponde a apenas 20% dos produtos oferecidos (fazendo referência ao 80-20).

Assim, convencionou-se que os itens podem ser agrupados da seguinte forma:

– A: poucos itens, mas que possuem alto valor de demanda
– B: quantidade média de itens, e que possuem valor de demanda intermediário
– C: muitos itens, mas que possuem baixo valor de demanda

Seguindo essa classificação, os itens A devem ficar mais visíveis e acessíveis no estoque, já que possuem um fluxo de consumo maior. Já os itens B e C, como representam menor relevância, podem ser posicionados em prateleiras mais altas e não precisam estar tão expostos.

Em forma de gráfico, a curva ABC é comumente representada da seguinte forma:

curvaABC

Observe que a vertente Y do gráfico representa o valor cumulativo, e não valor individual. O valor cumulativo é dado pela diferença entre as classes. Por isso, os itens do grupo A possuem maior abrangência no gráfico, diferente dos itens do grupo B e C. Em compensação, no eixo X do gráfico, os grupos B e C são mais longos, representando maior quantidade de itens.

Por que usar a Curva ABC no estoque do hotel?

Ao classificar os itens nesses três grupos, o gestor consegue visualizar mais claramente a importância de cada item estocado, as frequências de consumo, e assim, pode se dedicar a um planejamento mais assertivo. Consequentemente, isso traz resultados interessantes para o hotel, como: um estoque mais organizado, desperdícios reduzidos, controle mais apurado do orçamento, melhores investimentos, aumento da lucratividade e muitos outros benefícios.

A Curva ABC pode ser usada em diversas situações: para agrupar pessoas, produtos, elementos ou qualquer fator que interfira na lucratividade da empresa. Se você ainda não pratica nenhum método de controle de estoque hoteleiro, esta é uma ótima oportunidade para começar.

Mãos à obra!

Primeiramente, faça uma tabela com os seguintes campos e preencha:

a) Item (distribua os produtos a serem analisados). Neste exemplo, vamos listar 10 itens.
b) Valor unitário (insira o valor em R$ da unidade de cada produto).
c) Quantidade usada (insira a quantidade de itens de cada tipo que foi vendida no período desejado – é interessante fazer a análise semestral ou anual).
d) Valor usado (simplesmente multiplique o valor unitário de cada item pela quantidade usada; ou seja, b X c).

Agora, ordene os itens de maneira decrescente (do maior para o menor), com relação ao valor usado.

e) Calcule o valor usado total (basta somar todos os valores usados, em R$).

Continue a tabela, inserindo os campos abaixo e preenchendo:

f) Porcentagem individual (simplesmente divida o valor usado de cada item pelo valor usado total; ou seja, d / e).
g) Porcentagem acumulada (no 1º item, ela corresponde à porcentagem individual daquele item; do 2º item em diante, ela corresponde à porcentagem individual daquele item + porcentagem acumulada do item anterior).

Classificando em ABC

Pronto! Tabela completamente preenchida, vamos às classificações. Nesta etapa, você deve definir quais serão os critérios de corte.

Por exemplo: na classificação A, entrarão os produtos com porcentagem acumulada de até 80% – ou seja, todos os itens que representam 80% do valor total de vendas.

No grupo B, estarão os produtos com porcentagem acumulada de até 95% – isto é, os itens que representam 15% de importância das vendas, já que a diferença entre o grupo anterior (80%) e o grupo em questão (95%) é 15%.

E, por fim, no grupo C, encontraremos os produtos com porcentagem acumulada de até 100% (logicamente, até o último item da lista) – significando que representam 5% dos valor total de vendas, visto que a diferença entre o grupo anterior (95%) e o grupo em questão (100%) é 5%.

Assim, podemos concluir que 30% dos itens (3 de 10) têm 80% de importância, 20% (2 de 10) têm 15% de importância, e 50% (5 de 10) têm 5% de importância.

Observe que essas proporções de 80%, 15% e 5%, nem sempre serão exatas e você pode adaptar de acordo com os critérios que deseja. Este é apenas um exemplo de como a curva ABC, normalmente, é usada.

Gestão de estoque hoteleiro

Como vimos, a gestão do estoque hoteleiro é um dos desafios que seu estabelecimento provavelmente enfrenta. Porém, se efetuada da maneira certa, a administração dos produtos estocados pode otimizar os processos de venda do seu estabelecimento! A curva ABC e o sistema Hospedin são recursos que irão ajudar na manutenção, melhoria e crescimento do seu hotel. Experimente, e veja como uma boa gestão faz toda a diferença!

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×
Share: