historia-da-hotelaria

História da hotelaria: você sabe como tudo começou?

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×

De alguma forma, todos que trabalham em hotéis já ouviram falar sobre a história da hotelaria. Pode ser por curiosidade sobre o meio em que trabalha, ou mesmo porque o estabelecimento do qual faz parte passa essa informação para os funcionários como formação de sua equipe.

Aqui o motivo de possuir esse conhecimento fica em um plano menor, porque o importante é guardar essa origem e viver seu trabalho ou suas viagens com um sabor mais particular, intimista.

Afinal, todo viajante é muito curioso, como nessas perguntas. Como começou a história da hotelaria no Brasil? Você sabe? E atualmente como está essa história? Quais as tendências que se tem?

Para que você exercite esse conhecimento e possa usá-lo de todas as formas que lhe convier, foi feito esse artigo. Nele você vai se aprofundar nos seguintes temas:

  • História da hotelaria: como tudo começou; 
  • Hotelaria no mundo; 
  • História da hotelaria no Brasil; 
  • Tendências hoteleiras;

Confira tudo nessa leitura, será muito agradável e útil para sua vivência hoteleira.

História da hotelaria: como tudo começou

Mesmo que já se tenha ouvido sobre a história da hotelaria, o fato é que, realmente, a origem da hotelaria se deu por um simples conceito que se conhece muito bem atualmente, a demanda. 

Exatamente! Prova disso é que a maior parte dos historiadores defende que o advento que fez se iniciar a hotelaria em todo o mundo, foi a necessidade de abrigar frequentadores das termas e os participantes das primeiras versões de Jogos Olímpicos, isso na Grécia e na Roma antigas. 

A demanda natural por um lugar onde se pudesse comer e dormir foi a base para o surgimento dos primeiros espaços característicos de hospedaria.

De lá pra cá o conceito persiste, pois os hotéis ainda trabalham por demanda e muitos viajantes necessitam desse serviço por negócios.

Contudo, se incluíram outros conceitos que fizeram a hotelaria se diversificar, principalmente no quesito turismo e lazer.

Hotelaria no mundo

Na história dos hotéis na Grécia e em Roma se fez necessário a criação de lugares para viajantes de todos os lados que iam assistir aos jogos olímpicos, pois duravam vários dias. Essas pessoas precisavam comer e dormir!

Mas os estabelecimentos de hospedagem se popularizaram de verdade durante a Idade Média, na Europa, para servir aos viajantes, cavaleiros e carruagens, alimentos, bebidas e albergues.

Elas eram públicas, cobravam por seus serviços, geralmente eram dirigidas de perto por seus proprietários e ficavam localizadas em povoados de passagem.

Desta forma, com a revolução industrial, a hotelaria se popularizou ainda mais. Houve um aumento na construção e manutenção de estradas e ferrovias dando a oportunidade das pessoas fazerem turismo.

E, assim, abriu-se a possibilidade para que qualquer pessoa pudesse viajar e isso obrigou os albergues e hospedagens a se adaptarem e implementarem melhorias para atendimento adequado. A Inglaterra puxava essa fila na Europa, mas seu tipo de hospedagem ainda era muito voltada à aristocracia.

Foram os Estados Unidos que tomaram a dianteira no incremento de hotéis modernos, resultando em um crescimento maior do que os similares europeus. Deste modo, nos Estados Unidos, qualquer pessoa que tivesse disponibilidade financeira poderia usufruir desse conforto.

Por fim, a influência de grandes acontecimentos também forjaram mudanças na história da hotelaria, como a Primeira e a Segunda Guerra Mundial. A indústria bélica e a grande movimentação de pessoas fez com que mais hotéis fossem construídos.

E, ainda no século XX, o turismo ajudou a economia a se desenvolver e fez com que grandes redes hoteleiras se disseminaram não só nos Estados Unidos como em todo o mundo. Essas redes tinham o compromisso com a padronização e qualidade na prestação de serviços.

História da hotelaria no Brasil

Em terras tupiniquins, a hotelaria surgiu com a chegada da colonização portuguesa e inicialmente usou casas, escolas e mosteiros para receber os viajantes.

Era o período em que os bandeirantes se deslocavam muito em busca de ouro e prata para a Coroa Portuguesa.

Em um primeiro momento, as hospedarias não se firmaram por causa da falta de demanda. Os bandeirantes mudavam de lugar com frequência em sua busca por pedras preciosas.

Então, no Brasil, o grande impulso veio na segunda metade do século XIX com a circulação dos primeiros trens da Linha São Paulo Railway, mais conhecida como Linha Inglesa.

Assim, por conta do comércio, o eixo Rio de janeiro e São Paulo contribuiu para a expansão da hotelaria no Brasil. Data desta época a construção do famoso Copacabana Palace, que de forma significativa, transformou o Rio de Janeiro em polo de turismo de lazer.

Tendências hoteleiras

Atualmente, a hotelaria não só serve aos viajantes que buscam negócios, lazer ou viagens em família. Há também uma demanda por hotéis que tenham em sua oferta a possibilidades de vivência do home office, hotéis que se remodelam para entregar um serviço de estadia prolongada e uma necessidade de atenção com a saúde das pessoas.

Nesse sentido, a hotelaria no mundo todo precisa fazer novos usos para os seus espaços.

Criar espaço para o home office é inteligente, pois as pessoas desejam tomar novos ares, sair de seus ambientes caseiros e, ainda assim, fazerem seus trabalhos. 

Por essa necessidade de viajar, de sentir o novo e o conforto que um hotel oferece, vários hóspedes querem viver a experiência por um tempo maior. As chamadas “extended stays” (estadias prolongadas) ganharam de vez a preferência de muitos hóspedes. Eles perceberam como é prazeroso aproveitar os serviços do hotel sem correria e com segurança.

Ainda como uma tendência hoteleira, tem esse olhar cuidadoso para com a saúde das pessoas e a hotelaria hospitalar ganha espaço cada vez maior.

Esse tipo de hotelaria é a junção de diversos serviços com o objetivo de satisfazer todas as necessidades dos pacientes e seus acompanhantes dentro das instituições. É um serviço de hotel dentro das instituições!

Pode-se ver que mesmo com uma história tão longa e consolidada a hotelaria sempre se renova e abre novas possibilidades.

Agora que conhece a história da hotelaria, convidamos você a conferir o episódio a seguir do Hospedin Break, podcast da Hospedin, sobre o futuro da hotelaria.

Um bate-papo incrível com o professor Cláudio Alexandre de Souza, mentor da Liga Hoteleira.

Compartilhe aqui nos comentários se esse artigo foi útil para você. 

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×
Share: