2016_11_28__blog_hospedin.fw

Cresce o número de pessoas que viajam sozinhas. Você está pronto para recebê-las?

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×

Viajar sozinho tem encantado cada vez mais as pessoas. A tecnologia e a facilidade que ela trás, faz com que esse tipo de hóspede aumente nas pousadas e hotéis. O que você que tem feito para atender da melhor forma as pessoas que viajam sozinhas?

De acordo com uma pesquisa publicada, em 2016, pelo Ministério do Turismo, 17% das brasileiras tem a intenção de viajar sozinha nas férias, número superior ao de homens que ficou em 13,5%. Ao definir a hospedagem, a maioria (56,1%) deve escolher entre hotéis e pousadas, seguido pela preferência entre a casa de parentes e amigos.
Com relação a idade, a faixa etária em que predomina esse tipo de viagem é de até 35 anos.

Esse é um tema que vem sendo disseminado entre os viajantes blogueiros. Facilmente se encontram dicas, sugestões e informações para ajudar o viajante solitário a tirar o melhor proveito dessa experiência.
E por outro lado, estão os hoteleiros e pousadeiros que podem e devem se preparar para receber esse público que chega cheio de expectativas e necessidades.

Este artigo tem como objetivo trazer dicas de como receber, em seu hotel ou pousada, os hóspedes que viajam sozinhos.

Liberdade de escolha

O hóspede que chega sozinho procura por liberdade. Ele opta por estar sozinho justamente para adequar com facilidade suas datas, horários e lugares a visitar.
Esteja preparado fornecendo um calendário com as festividades da cidade, indicações de horários para visitação de pontos turísticos ou até mesmo, os melhores horários para conhecer a cidade com calma e flexibilidade.

Apesar de viajar sozinho ele quer socializar

O viajante que escolhe viajar sozinho quer ter a oportunidade de conhecer novas pessoas e de viver outras experiências. Você, que é hoteleiro ou pousadeiro, pode estar atento a isso, divulgando em seu site e em suas redes sociais os lugares mais interessantes para se conhecer pessoas. Aproveite a oportunidade para fazer parcerias com esses estabelecimentos, pois, divulgações podem gerar retornos para seu hotel ou pousada.

Além dos pontos turísticos

Normalmente o hóspede vivência sempre as mesmas experiências em pontos turísticos e acaba por conhecer somente uma parte da cidade sobre a visão dos lugares mais conhecidos. As pessoas que viajam sozinhas buscam desafios, tem curiosidade e querem vivenciar a realidade do lugar que estão conhecendo.
Observe que essa é uma outra oportunidade para encantar esse tipo de hóspede. Promova no seu hotel ou pousada eventos para incentivar interações e desfrutar do melhor que a cidade tem a oferecer, seja na gastronomia ou na cultura do local.

Pessoas que viajam sozinhas precisam ter segurança

Um empecilho dos viajantes solitários é a questão da segurança. Viajar sozinho requer do hóspede uma maior atenção com relação aos pertences, a confiança nas pessoas e aos lugares em que frequenta.
Se você vai receber um hóspede que esteja viajando sozinho ajude-o nessa questão. Ofereça auxílio para a locomoção indicando os melhores meios e os profissionais de confiança, forneça informações importantes para preveni-lo com relação a segurança da cidade e guarde os dados pessoais do hóspede, pois assim você poderá acionar a família ou os amigos, se for preciso.

Esteja atento a essa nova forma de viajar. Existem várias oportunidades para atrair esse tipo de hóspede e aumentar a divulgação do seu hotel ou pousada através deles. As pessoas que viajam sozinhas podem voltar acompanhadas.
Esteja presente nas mídias sociais e fale com o público certo. Mulheres que viajam sozinhas costumam planejar muito bem seus roteiros e para isso consultam a internet com frequência.

Viajante solitário: mais uma oportunidade que cresce para os pousadeiros e hoteleiros. Conte para nós se você costuma receber esse tipo de hóspede. Deixe seu comentário abaixo.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×
Share:
  • Bruna Scaramelo

    Bem interessante! Não tenho experiência com este público, mas as recomendações são válidas!