manutencao-hoteleira

Plano de manutenção hoteleira: passo a passo completo

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×

O hóspede deixa sua casa com uma expectativa alta quanto ao meio de hospedagem que vai recebê-lo. Um quarto confortável e em pleno funcionamento traduz o seu desejo enquanto viaja. Mas será que o seu Plano de manutenção hoteleira está, de fato, atendendo essa expectativa?

E talvez, você esteja aqui, justamente, porque precisa de ajuda para desenvolver seu próprio Plano de manutenção. E neste caso, você está no lugar certo.

A manutenção é tarefa presente nos meios de hospedagem. Afinal, a estrutura física de um hotel ou pousada requer cuidados diários, semanais, mensais e anuais.

Dada a importância do setor de manutenção, não resta dúvidas de que a organização desse processo requer atenção e alguns conhecimentos específicos. O Plano de manutenção hoteleira existe para ajudá-lo nessa missão.

Por meio dele, o hoteleiro pode tirar todas as preocupações da cabeça e colocar em um arquivo organizado que ficará acessível a todos os envolvidos, garantindo que a manutenção do hotel seja realizada com qualidade.

Sendo assim, se você deseja construir o seu Plano de manutenção hoteleira ou, até mesmo atualizar o que já existe, continue conosco até o fim da leitura.

O que é um Plano de manutenção hoteleira?

Não seria coerente partir para os passos que compõem um plano de manutenção hoteleira sem falar o que é esse documento.

Lista de equipamentos, datas, fornecedores, itens de verificação e responsáveis são alguns exemplos do que pode constar no seu plano de manutenção. Como um check-list de hotel, ele vai nortear e organizar o trabalho das pessoas que estão envolvidas no setor de manutenção.

O Plano de manutenção é um documento que pode ser feito por meio de uma planilha, um caderno de anotações ou até mesmo por meio de sistemas hoteleiros

O importante é registrar as informações referentes ao processo de manutenção hoteleira para que se crie um histórico disponibilizando o que é importante a todos aqueles que precisam acompanhar as melhorias.

Por que você precisa ter um Plano de manutenção hoteleira?

Se tem algo que o acompanha desde o início das operações, é a necessidade de manutenção. Estruturas físicas sofrem os danos do tempo, depreciam e clamam por reparos, consertos ou trocas.

Assim como em todos os setores de uma empresa, o setor de manutenção demanda organização de processos, informações, datas, documentos e etc.

É muito comum encontramos hoteleiros que costumam executar as melhorias de forma não planejada e conforme vão acontecendo. Ou seja, o equipamento que “grita mais alto” ganha atenção primeiro.

Contudo, essa prática é pouco benéfica para a lucratividade do hotel. E felizmente, existem formas de sistematizar e facilitar o trabalho do setor de manutenção tornando-o mais assertivo e produtivo.

O Plano de manutenção hoteleira é uma delas e por este motivo, você precisa ter um. E para dar sequência na elaboração do seu Plano, vamos lançar um olhar atencioso sobre alguns conceitos importantes.

Aproveite para complementar a leitura deste artigo com o vídeo abaixo, no qual explicamos detalhadamente como utilizar o seu plano de manutenção hoteleira de forma eficiente. É só dar o play!

Tipos de manutenção hoteleira

Para elaborar o seu Plano de manutenção é preciso entender que existem 3 formas de manutenção, sendo elas: preventiva, corretiva e preditiva. As duas primeiras são as mais comuns, porém a manutenção preditiva merece sua atenção.

Vejamos cada uma delas, rapidamente:

Manutenção preventiva: aqui tem-se uma conferência de funcionamento ou reparo sempre que a data definida chegar. Ou seja, se define as datas de manutenção com antecedência. Essa programação depende do tipo de sistema ou equipamento a ser observado.

Leia também: A importância da manutenção preventiva do seu hotel

Manutenção corretiva: como o próprio nome já diz, ela parte de uma correção e, neste caso, tem-se uma reação a algo que aconteceu. Ou seja, se quebrou alguma coisa ou se um equipamento parou de funcionar, o setor de manutenção deve ser acionado. Esse tipo de manutenção nunca deixa de existir, mas pode ser reduzido consideravelmente, já que esses tipos de problemas  comprometem a experiência do hóspede.

Manutenção preditiva: esse tipo de revisão acontece diariamente evitando que haja a necessidade de correção urgente ou de manutenções caras por falta de atenção. A manutenção preditiva deve fazer parte do dia a dia organizado do hotel.

Conseguiu visualizar a diferença entre as três? 

Pois bem, agora podemos entender de que forma aplicá-las no seu plano de manutenção hoteleira.

3 passos para elaborar o plano de manutenção hoteleira

Chegou a hora de elaborar o seu próprio plano de manutenção hoteleira. E para isso, listamos 3 passos considerados essenciais para começar.

Passo 1) Lista de sistemas e equipamentos do hotel

A primeira coisa a ser feita é listar todos os itens (equipamentos, móveis, sistemas e etc.) que demandam manutenção no seu meio de hospedagem. Circule pelo hotel, observe os ambientes e anote tudo que precisa de manutenção. Separe-os por ambiente: quarto, restaurante, piscina, sala de eventos e etc.

Em seguida, identifique qual tipo de manutenção eles podem precisar entre a preventiva e preditiva. Para isso se pergunte:

  • Quais itens podem ser facilmente checados e consertados caso haja necessidade? 
  • Quais itens precisam de manutenção especializada e que pode ser terceirizada?

Passo 2) Organização da lista de equipamentos e sistemas

Agora é hora de formar duas listas: uma de manutenção preventiva, sinalizando a última data de manutenção e a próxima, de acordo com a necessidade do sistema ou do equipamento. Se essa manutenção for terceirizada, aproveite para registrar a empresa que costuma prestar esse serviço para você. No plano, registre todos os elementos que devem ser conferidos em cada item da lista.

A segunda lista será para o itens de manutenção preditiva, ou seja, que serão conferidos frequentemente pelo setor de manutenção. Separe-os por ambiente e faça uma escala de acordo com os dias da semana, separando um tempo para que o profissional responsável possa pegar esse check-list e fazer a conferência. No plano, registre todos os elementos que devem ser conferidos em cada item da lista, também. 

Passo 3) Acompanhamento da manutenção corretiva

Tal situação também deve estar descrita no seu Plano de manutenção, respondendo perguntas como: O que a equipe deve fazer se determinado item der problema? Quem deve acionado? Como se deve realocar o hóspede? Qual é o tempo aceitável para conserto?

Responda essas questões e evite problemas maiores quando algo precisar de manutenção corretiva no seu hotel. Afinal, é quase impossível eliminá-las, mas completamente viável reduzi-las.

Se você chegou até esse ponto da leitura, terá a oportunidade de conhecer um material super bacana que nós desenvolvemos para ajudá-lo na gestão de manutenção do seu hotel

Ao clicar na imagem abaixo você poderá baixar um kit que contém uma planilha com o Plano de manutenção hoteleira a uma Ficha de Acompanhamento de Manutenção (FAM) para que as informações fiquem centralizadas no seu hotel.

Benefícios da gestão da manutenção hoteleira

Vamos finalizar este artigo relacionando os benefícios que existem na gestão da manutenção hoteleira. Se você ainda tem dúvidas se precisa ou não ter uma Plano de manutenção ou se deve dedicar tempo na organização desse setor, essa lista vai sanar tal questão.

A gestão da manutenção hoteleira resulta em diversos benefícios. Observe:

  • Satisfação do hóspede, por meio de processos executados com qualidade;
  • Equipe treinada e capacitada para agir com segurança e rapidez;
  • Construção de uma rede de fornecedores parceiros que o atenderão independente do dia e da hora;
  • Aumento da lucratividade do hotel, pois a manutenção programada e frequente evita infortúnios que costumam custar mais caro;
  • Maior agilidade nos consertos e reparos corretivos.

Quer saber mais sobre a relação do setor de manutenção e a satisfação do seu hóspede? Então aumente o som e clique no play abaixo:

O Plano de manutenção hoteleira é um documento vivo. Ou seja, requer revisão, uso e melhoria constante. Envolver seus colaboradores no processo de gestão da manutenção pode ser interessante, até mesmo para o sucesso da sua adoção.

Você também pode gostar de ler: Manutenção hoteleira: guia completo do setor

Agora é a sua vez! Conta pra gente aqui nos comentários como é o seu Plano de manutenção hoteleira.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×
Share: