governança hotel

Como está a governança do seu hotel?

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×

A governança do seu hotel ou pousada é estratégica ou simplesmente operacional? Veja como essa área pode agregar no seu negócio e aumentar a satisfação dos seus hóspedes.

A área de governança está presente em todos os hotéis, pousadas e meios de hospedagens diferenciando somente, na quantidade de pessoas, na intensidade das funções e na forma como ela é vista pelos gestores.

Essa função é responsável por deixar o quarto confortável, limpo, alinhado e bonito para receber o hóspede.

Pensando na importância da área de governança, é possível perceber o quanto ela é estratégica para sua empresa, e não apenas uma área que operacionaliza tarefas simples. Independente do tamanho e do tipo de estabelecimento, esteja atento a sua governança.

Você quer agregar valor para seu hóspede através da governança? Veja as dicas que preparamos para você:

Governança é investimento, não custo

Alguns estabelecimentos ainda enxergam a governança como uma área que gera custos, e por consequência, desmerecem o valor dessa função. Seja ela constituída por uma equipe ou executada por uma só pessoa, a governança vai além das atribuições como: arrumar a cama, trocar as toalhas, e abastecer o frigobar.

As funções de governança requerem conhecimentos técnicos, sociais, de organização, senso de limpeza e liderança. Investir nesses quesitos pode torná-la um diferencial da sua pousada ou hotel.

É uma atividade insubstituível

Várias são as funções ou atividades substituídas por sistemas ou máquinas, dentro de um hotel. Atualmente é possível realizar check-in e check-out online, pedir um prato e realizar pagamento com apenas alguns cliques.

Mas, as atividades de governança não podem ser executadas por máquinas, pois, são tarefas e responsabilidades humanizadas que estreitam a relação do hóspede com o meio de hospedagem. Além disso, o resultado de uma boa área de governança é uma ótima hospedagem, principal produto de um hotel ou pousada.

Incentive a busca por capacitação e conhecimento

Pouca atenção era voltada a formação dos profissionais dessa área, sendo que, muitas vezes, eram contratadas pessoas com baixa escolaridade e sem experiência profissional. Por conta disso, o mercado atual é pouco profissionalizado e de difícil retenção.

Felizmente, essa realidade vem mudando, e várias instituições de ensino já oferecem cursos técnicos, de curta duração e de alta qualidade na área de hotelaria. Os profissionais de governança precisam ter conhecimentos técnicos como, por exemplo, uso de produtos químicos, prevenção de acidentes de trabalho, atendimento, além daqueles voltados às suas tarefas diárias.

Dê feedbacks e motive o engajamento

Uma pessoa motivada tem um engajamento muito maior com a empresa em que trabalha. Mesmo que sua equipe seja pequena, busque manter uma estrutura de feedbacks constantes para deixar claro o que você espera do colaborador de governança e como ele poderá contar com a empresa. Busque formas de reconhecimento, monetário ou não, fazendo uso de metas de qualidade.

Gerencie seus processos de governança

Essa área é repleta de tarefas repetitivas que compõe todo o processo de governança. Procure conhecer o seu processo para identificar os pontos de melhoria. Uma vez melhorado, sensibilize as pessoas para executá-lo de forma padrão.

Adote check lists para facilitar a execução e garantir que nada seja esquecido. Alguns sistemas de gestão hoteleira auxiliam na organização da limpeza dos quartos e no processo de governança.

Importante: envolva seus colaboradores na melhoria dos processos e sinta como isso vai torná-los mais comprometidos com a execução.

Preparamos um Acompanhamento de Governança para você baixar gratuitamente! Clique Aqui!

E pra você? Quais são as boas práticas de governança que são realizas na sua pousada ou hotel? Conte para nós comentando abaixo.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×
Share: