café da manhã de hotel

Dicas para oferecer o melhor café da manhã de hotel

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×

Para uma boa gestão hoteleira é preciso pensar em todos os detalhes acerca dos serviços oferecidos. O café da manhã de hotel é de extrema importância, e se bem preparado, pode ser um grande atrativo para o seu estabelecimento.

Mas você sabe por que esse serviço é tão importante para os hóspedes? Que tal transformar a primeira refeição do dia em uma experiência especial para eles? Confira algumas dicas para preparar o melhor café da manhã de hotel!

Além de ser uma tradição da hotelaria, o café da manhã de hotel está ligado a ideia de capricho e fartura. Essa refeição providenciada pelo estabelecimento e servida logo pela manhã garante comodidade ao hóspede. 

Assim, ele não precisa se preocupar em encontrar um local para fazer seu desjejum, e sim, aproveitar o tempo para passear, descansar ou ir direto para seu compromisso.

Café da manhã de hotel: diferença entre hotel 5 estrelas para um simples

O valor de ter uma experiência em um hotel 5 estrelas é muito superior a uma estadia em um hotel mais simples. E claro que isso também se reflete não apenas na estrutura, mas também no café da manhã.

Enquanto o café da manhã de hotel 5 estrelas pode ter um chef renomado assinando o menu e preparando todas as refeições internamente usando ingredientes de qualidade superior, o mais simples geralmente oferece opções básicas e muitas vezes, industrializadas. 

Além disso muitos hóspedes acostumados com o serviço de alto padrão querem a comodidade de ter o café da manhã no quarto do hotel, serviço que pode não ser oferecido em estabelecimentos mais simples.

Leia também – Descubra quais são os serviços de hotelaria mais valorizados pelos clientes

Outro ponto é que um hotel 5 estrelas – por receber um público mais exigente e que está pagando mais por este serviço – se preocupa com diversas questões que têm sido discutidas atualmente. Abaixo separamos algumas delas, confira:

Alimentos orgânicos e saudáveis

A preocupação com a saúde está em alta e muitos hóspedes buscam um estilo de vida mais saudável. Para atrair essas pessoas, ofereça um cardápio com alimentos naturais, como frutas, alimentos com baixo teor de sal, açúcar, gorduras e sem conservantes.

Os alimentos orgânicos cultivados sem o uso de agrotóxicos também podem ser um diferencial para o seu café da manhã de hotel. A compra desses produtos estimula a produção local e o consumo consciente – pontos valorizados por hóspedes que defendem essas atitudes.

Confira: Alimentos orgânicos podem ser um atrativo para o seu hotel

Alimentos veganos

O número de pessoas vegetarianas e veganas tem crescido a cada dia. Sendo assim, para conquistar hóspedes que aderiram a esse cardápio, ofereça alimentos sem nenhum ingrediente de origem animal.

Alimentos sem glúten e sem lactose

É comum pessoas com restrições alimentares encontrarem algumas dificuldades para se alimentar quando viajam. 

Por isso, oferecer produtos que se adequam ao cardápio desses hóspedes contará muitos pontos para o seu hotel.

Alimentos especiais para crianças

Não esqueça que as preferências dos pequenos são diferentes das dos adultos, por isso é importante oferecer opções que os agradem. 

Alimentos como bisnaguinhas, biscoitos, sucos e achocolatados em versões miniatura ou até mesmo pratos kids, com cortes e cores diferentes podem deixar a refeição das crianças mais divertida.

Saiba mais Hospedagem de famílias: como melhorar a experiência de adultos com crianças

Pratos locais

Os hóspedes desejam conhecer a região em que se hospedam, por isso, oferecer comidas nativas é uma excelente maneira de mostrar a eles um pouco da experiência local. 

Logo, criar pratos típicos que se adequem ao café da manhã de hotel, pode ser um incentivo para que os hóspedes experimentem os sabores locais.

Por exemplo, se o seu hotel for em Manaus, você pode servir queijo quente com tucumã. Se for em Rio Branco, poderá agregar o famoso mingau de banana.

 Já em São Paulo, o cuscuz à paulista fica bom quando acompanhado com um café preto. Pense no que há de melhor e sirva!

Cardápio de café da manhã: opções importantes 

O que contém no cardápio de um bom café da manhã de hotel? Começando pelas bebidas: café, leite, chá e suco natural. Atente-se a temperatura de cada uma e nos complementos que podem acompanhar (como achocolatado, café solúvel, etc).

Pensando nas frutas e versatilidade de transformá-las em geleias, doces e vitaminas, opte pelas da estação; além disso, ofereça também maçã, banana, laranja e mamão pois além de serem tradicionais, os hóspedes podem levar uma consigo.

Você vai gostar de ler: 4 vantagens de oferecer um cardápio sazonal no seu hotel

O pão francês é um dos mais comuns, que também pode estar ao lado de integral, pão de forma, pão doce e claro, o pão de queijo. Bolos como o de laranja e de fubá também fazem sucesso na composição da mesa. 

Frios e laticínios como queijos, presunto, salame, manteiga, iogurte devem estar sempre frescos e na temperatura correta. Assim como pratos quentes como ovos mexidos e molhos de salsicha, que não devem ressecar devido a alta temperatura.

Como montar uma mesa de café da manhã de hotel

A primeira coisa que deve-se levar em consideração é o espaço do salão. As mesas precisam ficam posicionadas de forma que facilite a circulação das pessoas ao seu redor; com isso, evita-se filas ou confusão no serviço.

Além disso, defina onde ficarão as bebidas, os frios, os pratos quentes e as louças. Para facilitar, o mais indicado é organizar por seções (pães, bolos, frios, frutas, bebidas, por exemplo).

Com relação as mesas elas devem ficar distribuídas conforme o espaço, também facilitando a circulação das pessoas e dos funcionários.

Além da variedade de alimentos e bebidas, para agradar os diversos paladares, outros itens básicos também precisam ser levados em consideração na hora de preparar aquele café da manhã de hotel especial:

  • Torradeiras, sanduicheiras e cestas térmicas agregam valor ao café. Aposte nesses equipamentos;
  • A decoração para tornar o ambiente agradável e aconchegante;
  • A disponibilização de pratos, xícaras e copos extras, além de açucareiros, adoçantes e guardanapos;
  • A disponibilização de talheres apropriados para cada tipo de alimento oferecido;
  • A posição estratégica das mesas de comida, a fim de facilitar o acesso dos hóspedes aos alimentos e evitar filas;
  • A reposição rápida de bandejas, de modo que o hóspede não tenha que esperar por um alimento ou bebida;
  • O acesso à informação, mantendo uma TV ligada para que os hóspedes possam assistir aos noticiários. Jornais, revistas e acesso à internet também devem ser disponibilizados;
  • A temperatura do ambiente, de modo que não coloque em risco os produtos expostos e mantenha um clima agradável (nem muito frio e nem muito quente).

Mas, atenção. Evite:

  • Músicas agitadas, televisão com volume alto e barulhos na cozinha porque podem incomodar os hóspedes;
  • Vasos, flores e arranjos grandes que além de dificultar a limpeza diária, pode provocar alergias devido aos seus aromas.

Além disso, é essencial que os seus colaboradores estejam sempre atentos e cordiais com os hóspedes. 

Checando que tudo está correndo bem, e de prontidão para corrigir possíveis falhas operacionais. 

Serviços de café da manhã 

Existem algumas maneiras de servir o café da manhã ao hóspede. Confira as formas mais comuns:

Self service

Neste formato, o hotel oferece uma variedade de alimentos e bebidas e o hóspede se serve com as opções que preferir.

Pode ou não estar incluso na tarifa do hotel, além de poder receber também pessoas que não são hóspedes.

À la carte

Este café da manhã de hotel trabalha servindo uma variedade maior de pratos e bebidas, onde todos os itens estão listados em um cardápio/menu com os respectivos preços de cada produto.

Dessa forma, o hóspede paga apenas pelos itens que deseja consumir.

Serviço à mesa

Aqui o garçom leva os alimentos e bebidas em carrinhos ou bandejas até a mesa do hóspede. Considerado um atendimento individual e diferente do buffet, o cliente não tem a sua disposição uma grande variedade de itens.

Servido no quarto do hóspede

Semelhante ao serviço acima, mas neste caso, servido no quarto do cliente. Através de contato telefônico prévio, o garçom comunica as opções disponíveis e o hóspede solicita os itens desejados.

Tudo é preparado e levado ao quarto no carrinho ou em bandejas.

Flutuante

Um serviço exclusivo e servido em hotéis premium. O café da manhã vem em uma bandeja flutuante para os hóspedes aproveitá-lo de dentro da piscina.

Como calcular os custos do café da manhã para hotel

É comum que o café da manhã de um hotel tenha seu custo embutido no valor da diária, ou seja, o hóspede não precisa pagá-lo à parte. 

Como calcular a diária do seu hotel ou pousada

Para que essa refeição não dê prejuízo ao estabelecimento é fundamental entender seu custo de produção, assim como as quantidades que alimentos que deverão ser compradas a fim de evitar qualquer tipo de desperdício.

Por isso, é preciso levar em consideração:

Custos diretos: a mão-de-obra dos profissionais que preparam e cuidam da operação do café da manhã, além de toda a matéria-prima, ou seja, materiais e produtos utilizados nos pratos e bebidas que serão servidos, os produtos de limpeza necessários, etc.

Custos indiretos: Iluminação, depreciação de equipamentos e seguros, por exemplo. Lembre-se daqueles custos que não podem ser atribuídos diretamente aos produtos e ou serviços fornecidos. 

Custo fixo: no café da manhã do hotel podemos destacar os materiais de limpeza da cozinha e do salão, funcionários – que podem trabalhar exclusivamente para essa refeição ou exercer outra atividade, entre outros. 

Custo variável: neste caso, varia de acordo com o número de hóspedes que tomam o café da manhã. Por exemplo, custos com alimentos, gás, energia elétrica, água, lavanderia, etc.

Previsão de custos: é importante trabalhar com uma estimativa de ocupação do hotel por um período, previsionando os gastos que ocorrerão com o café da manhã, para só depois, chegar ao valor de custo por unidade de café da manhã. 

Controle por hóspede: ter um funcionário ou um sistema eletrônico que registre se o hóspede chegou ao salão do café da manhã ajuda a saber o número de refeições no período, facilitando o planejamento e custos como mencionamos acima.

Café da manhã de hotel em meio à pandemia

O Covid-19 trouxe uma série de mudanças para a rotina geral dos estabelecimentos e quando o assunto é alimentação, não poderia ser diferente.

Confira: Boas práticas de prevenção ao coronavírus para o seu hotel

Entre algumas orientações sobre como lidar com o serviço de café da manhã neste novo contexto, destacamos algumas:

  • Interromper temporariamente o serviço de buffet ou ter um funcionário que sirva os itens aos clientes;
  • Priorizar as refeições servidas à la carte, com todos os itens embalados individualmente;
  • Oferecer a opção do serviço de café da manhã no quarto para evitar a circulação e o contato entre os hóspedes;
  • No restaurante ou salão, deixar o espaçamento mínimo de 1,5 metros entre as mesas;
  • Reforçar a limpeza antes e após a utilização de cada hóspede;
  • Higienizar e embalar individualmente talheres e outros utensílios, ou até mesmo oferecer opções descartáveis.

Com essas dicas, dá pra caprichar no café da manhã de hotel e transformá-lo em uma experiência pra lá de especial!

Agora, conta pra gente aqui nos comentários como é servido o café da manhã aí na sua hospedagem e como você contabiliza seus custos?

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×
Share: