salario de hotelaria e turismo

Descubra o salário de Hotelaria e Turismo no Brasil

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×

Quem trabalha na área de hotelaria e turismo sabe que o segmento demanda muito do profissional. Um setor tão amplo que abrange eventos, administração e gerenciamento de hotéis, pousadas e outros estabelecimentos, precisa de colaboradores capacitados adequadamente para manter o padrão existente em cada tipo de operação.

Com o crescimento de eventos de alto nível aqui no Brasil, a abertura de grandes redes de hotéis e outras atividades, a profissão está em alta, atraindo assim, novos profissionais para a área. Mas a grande questão é: qual o salário de hotelaria e turismo no Brasil para cada cargo? Separamos algumas informações importantes para você que está considerando seguir este caminho, confira!

Salário de hotelaria e turismo no Brasil

Como em muitas outras profissões, o piso salarial do hoteleiro não é o mesmo para todo o país, ou seja, varia de acordo com a região onde o profissional está localizado. Cada uma possui um sindicato e o salário é definido conforme as convenções coletivas e acordos realizados junto aos empregadores.

Segundo uma pesquisa realizada pelo Guia da Carreira, o piso salarial para um hoteleiro em algumas regiões do Brasil é de:

  • Região do ABC Paulista: R$ 1.060
  • Goiânia (GO): R$ 868
  • Florianópolis (SC): R$ 875
  • Salvador (BA): R$ 858
  • Manaus (AM): R$ 800
  • Rio de Janeiro (RJ): R$ 900

Conforme dados extraídos do Guia de Profissões e Salários da Catho, levando em consideração a experiência e o cargo ocupado, o salário médio de um hoteleiro no país varia de R$ 830 a R$ 11.200.

Por exemplo: um gerente de hotel tem como base um salário mínimo de R$ 2.800, chegando no máximo a R$ 11.235; a média fica em R$ 5.148.

Já um supervisor de hotelaria recebe, no mínimo R$ 1.400, ou uma média de R$ 1.767, podendo chegar até R$ 2.800

Profissionais que trabalham na coordenação de hotelaria hospitalar possuem um salário médio de R$ 3.738; o mínimo que recebem é R$ 2.600, mas podem chegar até R$ 5.600

Já quem trabalha como auxiliar de hotelaria tem um salário mínimo de R$ 830; esse valor pode chegar aos R$ 1.600 dependendo da região de sua atuação.

E quem opta por trabalhar na recepção de hotéis tem como salário médio R$ 1.226, podendo ganhar até R$ 1.639.

Ainda de acordo com o Guia da Carreira, as grandes redes hoteleiras, o segmento de luxo e os hospitais são os que oferecem os melhores salários para os profissionais. Veja:

Na Accor e Blue Tree, grandes redes que operam no Brasil, o salário tem uma média de:

– R$ 9.136 para os gerentes;
– R$ 7.333 para os gerentes gerais
– R$ 3.248 para os gerentes de contas;
– R$ 4.195 para os profissionais que cuidam da coordenação do hotel;
– R$ 3.265 para os chefes de recepção;
– R$ 2.892 para os supervisores;
– R$ 1.450 para os atendentes e
– R$ 2.210 para recepcionistas bilíngues;

Já nos hospitais, que nos últimos anos têm investido cada vez mais em acomodações e atendimento, as médias salariais variam de:

– R$ 3.000 a R$ 4.000 para os coordenadores de hotelaria hospitalar;
– R$ 3.600 para os supervisores de hotelaria hospitalar;
– R$ 1.000 a R$ 2.000 para os assistente de hotelaria hospitalar;
– R$ 1.820 para os recepcionistas bilíngue.

Outra grande área empregadora é a de eventos, sendo a média salarial: R$ 2.600 e R$ 4.800 para quem trabalha com a coordenação de eventos; entre R$ 1.500 e R$ 3.500 para quem faz a produção de eventos; entre R$ 1.600 e R$ 3.700 para os profissionais de consultoria de eventos; e para quem faz a recepção nos eventos o salário fica entre R$ 900 e R$ 1.960.

A hotelaria e o mercado de trabalho

Conforme já citamos anteriormente, a demanda pelo profissional de hotelaria cresceu graças aos grandes eventos que o Brasil sediou nos últimos tempos – como a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016.

Considerando que São Paulo possui o maior número de hotéis executivos no Brasil, as regiões Sul, Nordeste e Norte recebem anualmente centenas de turistas, e áreas como a de saúde estão priorizando o atendimento mais humano, conclui-se que a profissão garante boas oportunidades para quem deseja ingressar na área.

Mas além de buscar conhecimento e estudar em cursos superiores na área de Turismo e Hotelaria reconhecidos e avaliados pelo MEC, é fundamental ter perfil e atender alguns requisitos específicos para atuar neste meio.

Além de gostar de se comunicar, é fundamental ter proatividade e ser uma pessoa dinâmica e discreta – a profissão exige isso! Além disso, é impossível atuar sozinho, por isso, trabalhar em equipe é imprescindível. Levar em conta que em feriados e finais de semana há expediente e que você pode entrar em turnos são pontos que merecem a reflexão para optar por este tipo de trabalho.

Leia também: Departamentos, funções e rotina de trabalho na hotelaria

Gostou do artigo? Conta pra gente nos comentários! Ficou com alguma dúvida, escreve para gente! Será um prazer ajudá-los!

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×
Share:
Mais em Colaboradores
Recepcionista de Hotel: funções e qualidades

A recepção de um hotel, como o próprio nome sugere, é o local de recepcionar a todos que...

Fechar